Buscar
  • adrianagonbueno

Como lidar com os palpites na maternidade


A gravidez vem acompanhada de sensações indescritíveis para as futuras mães. Porém, além dos presentes, é comum que familiares, amigos e até mesmo desconhecidos julguem apropriado interferirem na criação das crianças.


Os palpites são ainda mais frequentes durante a educação de mães de primeira viagem. A situação por si só já é desesperadora, imagine somada à sensação de culpa?


No passado, era comum que as famílias – por serem grandes – trocassem experiências, costumes e tradições. Até porque na maioria dos casos, todo mundo convivia na mesma casa.


Hoje, porém, a realidade é outra. No Brasil, por exemplo, passamos da média de 6 filhos por família para 2, segundo dados do IBGE. Além disso, mudanças comportamentais fizeram com que as mulheres revissem os ensinamentos transmitidos durante as gerações.


Mas calma! Se isso já aconteceu com você, não se desespere. Veja aqui como lidar com os famosos pitacos inconvenientes!


Siga a sua intuição. Por natureza, a mãe tende a saber o que é melhor para o bebê!

Estabeleça limites: é importante mostrar que algumas decisões cabem apenas aos pais da criança;

Não tenha receio de procurar ajuda. Seja do pediatra, da família ou grupo de mães. Mas ela deve partir da sua própria vontade!

Procure apoio por meio da terapia. É reconfortante ter apoio profissional!


E lembre-se: você não está sozinha!


Dra. Adriana Gonzalez Bueno

CRM 176603 RQE 79903

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo