Buscar
  • adrianagonbueno

Depressão vs. Diabetes Gestacional: sobre a importância do rastreio


Por que as mulheres se preocupam em realizar os exames físicos do pré-natal, mas não têm a mesma preocupação com o emocional? 🤔


A saúde mental anda alinhada com a saúde física, uma depende da outra para manter o corpo em equilíbrio.


Durante a gravidez, 🤰🏻ocorre uma série de transformações no corpo da mulher, e isso afeta tanto a parte física quanto a psicológica.


✅Nesse sentido, o acompanhamento psicológico é algo essencial, que deveria ser seguido à risca, assim como o pré-natal. Isso porque, no pré-natal emocional, levamos em consideração todas as mudanças hormonais, mas também as mudanças sociais e psicológicas.


A investigação de risco de depressão gestacional aponta quais as chances daquela gestante desenvolver depressão (gestacional ou pós-parto) ou sofrer muito com o baby blues (estado de tristeza que afeta muitas mulheres no pós-parto).


Outro ponto importante é que muitas mulheres param, por conta própria, o tratamento psiquiátrico durante a gravidez, o que pode agravar ainda mais o problema.


Devido à falta de informação e incentivo pelos cuidados emocionais e mentais, a maioria das grávidas nem se atenta à necessidade de cuidar da mente durante a gravidez, tanto para administrar melhor os próprios conflitos que esse período traz, quanto para amenizar os riscos de uma depressão.


Por isso, o post de hoje é para conscientizar as futuras mamães sobre a importância de cuidar da saúde mental, antes, durante e depois da gravidez.


Essa fase da vida traz à tona muitas questões. Nada melhor do que ter uma ajuda especializada para lidar com tudo isso. 😉


Dra. Adriana Gonzalez Bueno

CRM 176603 | RQE 79903


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo