Buscar
  • adrianagonbueno

E quando o bebê não é do sexo esperado?


“Você quer menino ou menina?” Essa é uma pergunta que nenhuma mãe escapa durante a gestação. E aí logo vem aquela resposta “tanto faz, só quero que venha com saúde”. E sim, é claro que a saúde é o mais importante! Mas, muitas mães têm sim um desejo particular, e se sentem culpadas quando descobrem que vem o sexo oposto do sonhado (e tentam esconder a “decepção”).


Mas é muito importante aceitar as suas emoções. Isso não significa que você vai amar menos o bebê porque é um menino ou uma menina. É normal não ficar feliz imediatamente, logo isso vai passar!


Reflita sobre o real motivo das suas preferências e preocupação, e não coloque as suas expectativas sobre a personalidade do seu filho(a) ou os interesses dele(a) no sexo do bebê. E, o mais importante: a frustração em relação à descoberta do sexo é uma coisa de momento.


Se você está com dificuldades para lidar com isso, se sente incompreendida ou tem vergonha desse sentimento, procure um apoio psicológico! Isso vai te ajudar a enfrentar tudo de maneira mais leve!


Dra. Adriana Gonzalez Bueno

CRM 176603 RQE 79903

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo