Buscar
  • adrianagonbueno

Meu bebê sente o que eu sinto?


O meu bebê sente o que eu sinto? Quais são as consequências de uma depressão gestacional ou pós-parto para a saúde do recém-nascido?


Muitas mulheres negligenciam os cuidados com a saúde mental durante a gravidez por acreditarem que isso diz respeito à ela e não interfere em nada o bebê. Mas não foi isso que um estudo feito por uma universidade inglesa, o King College, mostrou.


Um levantamento feito com mais de 100 mulheres concluiu que:

As mulheres que sofreram de depressão durante a gestação deram à luz 8 dias antes das demais:

Os bebês destas mães, que tiveram depressão, tiveram desempenho pior nos testes de habilidades de estado de alerta e estímulos de luz e som. O nível de cortisol (o hormônio do estresse) nestes bebês também foi maior.


Ou seja, os bebês vivem, na própria pele, o estado psicológico da mãe. Se a gestante está triste, esta tristeza irá afetá-lo. Do mesmo modo, se a mãe está feliz e segura, estes sentimentos irão refletir no bebê. Por isso, é tão importante cuidar da saúde mental antes, durante e depois da gestação.


Fazer o um pré-natal psicológico ou Enxoval Emocional significa cuidar dos seus sentimentos para que você se sinta mais forte e segura diante de todos os desafios da gestação e, consequentemente, o seu bebê se sinta mais forte e confiante para quando vier ao mundo. Tudo está interligado. A mãe, podemos dizer, é o universo em que o bebê habita durante a gestação, por isso tudo pode influenciá-lo.


O bebê não só sente o que você sente, como pode ter o seu desenvolvimento influenciado pelo seu estado psicológico. Portanto, cuide de você e, assim, você estará cuidando do seu bebê.


Dra. Adriana Gonzalez Bueno

CRM 176603 RQE 79903

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo