Buscar
  • adrianagonbueno

Privação de sono no puerpério


“Depois que você for mãe, nunca mais vai dormir uma noite inteira”. Que mulher nunca ouviu essa frase? “Nunca mais” é uma expressão muito forte, mas nos primeiros meses de vida do bebê, a privação de sono realmente está entre as maiores queixas das recém-mamães.


O bebê acorda várias vezes a noite para mamar e, muitas vezes, quando ele dorme durante o dia, a mãe não consegue ou não pode acompanhar o cochilo. E o que acontece? O padrão de sono-vigília das mães sofre alterações significativas e a duração de horas dormidas reduz muito. Tudo isso pode aumentar a chance de a mulher enfrentar sintomas depressivos.


A falta de sono pode provocar mudanças de humor, e as mães de recém-nascidos correm o risco de sofrer o baby blues ou até mesmo uma depressão pós-parto. É normal se sentir instável, com algumas alterações de humor e cansada neste período, mas dependendo da intensidade destes sintomas, é importante procurar um psiquiatra.


Então, realmente tente aproveitar os momentos em que o bebê dorme para descansar. Aceite a ajuda da sua rede de apoio para dividir as tarefas com o bebê e com a casa. Isto vai te ajudar a ter mais períodos para dormir e renovar as energias.


Dra. Adriana Gonzalez Bueno

CRM 176603 RQE 79903

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo