Buscar
  • adrianagonbueno

Sexualidade e libido no puerpério


A chegada de um bebê traz inúmeras mudanças. É normal que o casal demore um tempo para conseguir colocar a casa e a vida em ordem até estabelecerem uma nova rotina com o recém-nascido.


Pensando na retomada da sexualidade, ela pode ocorrer muito além daqueles 40 dias de resguardo solicitados pelo obstetra. Não tem regra! Cada mulher tem uma experiência na gestação e pós-parto, cada parto é único e o sexo pode não estar entre as prioridades naquele momento! Não é preciso se cobrar ou se culpar!


❕Muitas mulheres reclamam da falta de desejo sexual nos primeiros meses pós-parto e das dificuldades de voltarem a ter relação sexual, seja pelo cansaço, por queixas de desconfortos... Esta retomada acontece, muitas vezes, por pressão do(a)parceiro(a) ou por obrigação, e é isso que não deve acontecer. Nesse momento, o casal precisa estar preparado para lidar com essa nova situação, então envolver o (a) companheiro(a) é essencial.


No puerpério, além das mudanças físicas e hormonais, a mulher está se redescobrindo em seus inúmeros papeis. É preciso respeitar este tempo. Com o acompanhamento psicológico, essas questões se tornam mais compreensíveis e você se sente mais segura e confiante para administrar todos estes sentimentos do puerpério!


Dra. Adriana Gonzalez Bueno

CRM 176603 RQE 79903

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo